Certificados disponíveis

Clique para acessar a área de impressão!

Notícias

As últimas novidades em cardiologia intervencionista no Congresso

Paulo Caramori, presidente da Comissão Científica do 78º Congresso Brasileiro de Cardiologia e coordenador do Comitê de Relações Internacionais da SBC, detalha os principais destaques

Na área de cardiologia intervencionista, Paulo Caramori, presidente da Comissão Científica do 78º Congresso Brasileiro de Cardiologia e coordenador do Comitê de Relações Internacionais da SBC, indica quais serão os assuntos mais importantes discutidos no evento.



A revascularização ou não de pacientes com síndrome isquêmica aguda e crônica e a revascularização de pacientes com disfunção ventricular é um destes temas. Além de casos clínicos e discussões de diretrizes, o tema tem mesa dedicada no auditório 9, a partir das 9h, sob o título Avanços no tratamento percutâneo na alta complexidade coronária.




O debate destaca as evidências científicas mais recentes sobre os métodos de revascularização na lesões coronárias complexas e a controvérsia da aplicabilidade das recomendações na prática diária.

 


“Igualmente importante será a discussão dos avanços nas cardiopatias estruturais. Iniciando pelo tratamento percutâneo da estenose aórtica, ou TAVI, com a apresentação dos resultados de longo prazo com essa tecnologia e a discussão da ampliação das indicações para pacientes de baixo risco cirúrgico”, explica Caramori.


A discussão pode ser acompanhada na mesa TAVI em pacientes mais jovens deve ser a alternativa preferencial? que acontece no auditório 9, a partir das 10h40, do dia 28 de setembro.




Caramori também destaca na área da cardiologia intervencionista os procedimentos relacionados à redução do risco de eventos cerebrovasculares, como o fechamento do forame oval patente e a oclusão do apêndice atrial esquerdo, assim como os avanços no tratamento da insuficiência tricúspide e mitral por cateter.




O último tema é foco do colóquio Tratamento da insuficiência mitral, no auditório 9, no dia 28 de setembro, a partir das 15h20.


“Todas essas questões têm um grande impacto na prática médica diária, fazendo parte de decisões fundamentais que o cardiologista deve tomar no manejo de seus pacientes”, diz Caramori.


Grande parte das atividades do Congresso trazem as novidades publicadas ao longo de 2023 e apresentadas recentemente no Congresso Europeu de Cardiologia (ESC). O 78º CBC, que se aproxima, é uma oportunidade educacional única que conta com grandes pesquisadores, responsáveis pelo desenvolvimento científico do país e do mundo.



Se você não se inscreveu, ainda é tempo. Confira a programação completa.


listar todas as notícias